CIDADES DO CIMBAJU DISCUTEM POLÍTICAS PÚBLICAS EM PROTEÇÃO E BEM-ESTAR ANIMAL

Aconteceu na manhã do último dia 15 de dezembro, na Câmara Municipal de Mairiporã, o 1. Seminário Regional de Políticas Públicas em Proteção e Bem-Estar Animal – Dividindo Experiências.

O seminário, transmitido ao vivo pelo Facebook da Prefeitura de Mairiporã, contou com a presença de representantes das cinco prefeituras que fazem parte do CIMBAJU (Consórcio Intermunicipal dos Municípios da Bacia do Juqueri) Caieiras, Cajamar, Franco da Rocha, Francisco Morato e Mairiporã, além da presença de ativistas, como Danilo Manha, presidente associação Vida Animal, e Rosangela Ribeiro Gebara, gerente de projetos da ONG AMPARO Animal, e também Luciana Hamid, presidente do Fundo Social de Mairiporã, que compuseram a banca junto com os representantes dos municípios.

Durante o encontro, cada município pôde apresentar as políticas que têm sido implementadas para o bem estar animal, bem como seus planos para o próximo ano.

Caieiras, representada pelo seu departamento de vigilância sanitária, apresentou o plano de implementação do Ambulatório Veterinário Público para atendimento clínico e cirúrgico, com transporte incluso, para população de baixa renda, com residência comprovada no município, e também para os ativistas da causa animal. As obras estão previstas para serem concluídas em 2022. A pasta destacou ainda a realização de censo de animais doméstico, a fim de monitorar a população de animais da cidade e suas periódicas campanhas de castração realizadas com o “castramóvel”.

Cajamar, representada pela pasta de Meio Ambiente, por sua vez, relatou o projeto da UBS Animal que desde julho de 2020 realiza atendimentos de baixa e média complexidade, além de planejar a firmação de convênios com clínicas particulares para a ampliação do atendimento.

Já o município de Francisco Morato, também por meio de seu departamento de vigilância sanitária, destacou a importância de seu centro de zoonoses, que oferece vacina antirrábica mediante agendamento por telefone. Relatou ainda que, por conta da rápida urbanização das áreas rurais do município, lida com casos de abandono de cavalos, motivo pelo qual implementou, por meio de uma parceria com empresa especializada, serviço de recolha destes animais de grande porte.

Em Franco da Rocha a coordenação das ação fica a cargo do Núcleo de Bem-estar Animal, que realiza castrações mediante cadastro por telefone, pela internet, além de promover palestras sobre guarda responsável para os cadastros presenciais, além da microchipagem de animais para vinculação ao tutor.

Mairiporã, a última cidade a apresentar seus resultados e planos, foi representada pela Causa Animal, órgão implantado na atual administração e que conta com infraestrutura própria. Destacou as campanhas de castração a cada dois meses, as parcerias com ONGs e protetores independentes afim de oferecer abrigo temporário para os animais resgatados, a doação de ração para protetores e munícipes de baixa renda que não consigam alimentar seus amimais adequadamente, além de reforçar o importante papel do trabalho de voluntários.

Para informações mais detalhadas a respeito dos programa de cada cidade e das ações desenvolvidas, acesse a integra da transmissão em https://www.facebook.com/prefeiturademairipora/videos/588388248911081 .

 

Acesso Rápido

Skip to content