Regularização fundiária avança nos bairros da cidade

Meta do Governo é entregar mais de 1000 títulos de propriedade até o final do próximo ano.

A regularização fundiária em diversos bairros da cidade ganhou força com o atual governo após a implantação da Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Planejamento Urbano.
Nos últimos dias, a Secretaria realizou o cadastro socioeconômico para o processo de regularização dos loteamentos Colinas I e Colinas II. De acordo com a secretária de Habitação, Camila Oliveira, o prazo para a conclusão dos trabalhos nos loteamentos deve se estender até o início do próximo ano. “O propósito do Governo Municipal é garantir o direito social à moradia, a escrituração do lote e a valorização do imóvel”, disse.
Enquanto uma equipe trabalha nos bairros Colinas I e Colinas II, outra segue a regularização do loteamento Jardim Henrique Martins. Segundo Camila Oliveira, a previsão é concluir ainda neste ano os trabalhos do Henrique Martins.
Nesta quinta-feira, a Secretaria de Habitação realizou a 1ª reunião com os moradores do Joanina Ruffolo, próximo loteamento que será regularizado. A estimativa do Governo Municipal é regularizar mais de 1000 lotes até o final de 2020. “É um projeto histórico que está acontecendo em Mairiporã. A nossa meta é regularizar o maior número possível de imóveis neste espaço de tempo e entregar o tão sonhado título de propriedade às famílias que residem em loteamentos irregulares”, declarou o prefeito Antônio Aiacyda.
E Secretaria de Habitação já entregou o título de propriedade aos moradores do Jardim Narayama e Chácara Arantes. Outros loteamentos, classificados como de interesse específico, também estão em processo de regularização, dentre eles uma área industrial no Distrito de Terra Preta, ação inédita que poderá ser referência em loteamentos industriais.

Acesso Rápido